Seguidores

segunda-feira, maio 16, 2011

TATUAGEM: O CRENTE PODE FAZER!?


I Pedro 1:15 - Existem algumas questões em relação a procedimentos de cristãos sobre o que convém ou não convém, fazer ou usar. Temos um manual de pratica e de fé que é a palavra de Deus, nela encontramos direção para os nossos procedimentos. Mas sabemos que as interpretações são diversas, uns interpretam conforme lhes convém, usando textos fora do contexto para encontrarem pretexto para realizarem o que querem. Outros acompanham simplesmente a moda dos que não tem nada haver, e outros ignoram tal manual, suas normas, práticas e regras, pois simplesmente vivem uma era super moderna.

Onde surgiu a tatuagem, para que serve a tatuagem, quem usava? (No final desta postagem contém respostas para estas perguntas [1]) O que a bíblia diz sobre tatuagem? É lícito um servo de Deus se tatuar? Existe algum texto proibindo o uso da tatuagem? Existe algum texto incentivando o uso da mesma? Podemos usar a tatuagem como estratégia para anunciar Jesus?

Antes de abordarmos totalmente se é lícito ou não, veremos dois versículos mais usados. Um deles para justificar, o outro para proibir. Sobre a restrição do uso vemos um texto muito claro no livro de Levítico 19:28 veja: Não fareis lacerações na vossa carne pelos mortos; nem no vosso corpo imprimireis qualquer marca. Eu sou o Senhor. O texto que é usado para justificar o uso da tatuagem se encontra em: Apocalipse 13:16 veja: No manto, sobre a sua coxa tem escrito o nome: Rei dos reis e Senhor dos senhores. Estes dois textos são opostos, um no Antigo Testamento, outro no último livro do Novo testamento. Primeiramente é preciso entender quais são as intenções de quem pretendem fazer uma tatuagem. Qual a finalidade? É licito? Estarei escandalizando meus irmãos caso eu faça uma tatuagem? 

Entre tantas, eu citarei algumas que os que defendem o uso querem fazer. Dizem eles que se trata de estratégia de evangelismo e que estão imitando Jesus, pois ele mesmo tem “um nome na perna”. Outros simplesmente para mostrarem seus corpos como obra de arte, pois chamarão a atenção dos que observam. Outros apenas por vaidade e por que viu um Pastor ou outro líder usarem portanto justificam o uso. Gostaria também de informar que algumas pessoas que se convertem, tentam apagar gastando grande soma de dinheiro, pois não acha licito continuarem com aquelas tatuagens, outras continuam com as marcas.



Falando na primeira finalidade vemos em Apostolo Paulo um grande estrategista que momento algum, ele usou da “estratégia” para ser igual ao mundo ou fazer o que a bíblia condenava como procedimento. Paulo fez de tudo e de todas as formas para alcançar alguns para Cristo, mas o objetivo final o nome do Senhor era glorificado e muitos eram convertidos .I Corintios 9:22 Fiz-me fraco para com os fracos, com o fim de ganhar os fracos. Fiz-me tudo para com todos, com o fim de, por todos os modos, salvar alguns. Alguns escrevem o nome de Jesus, alegando que fazendo assim estaria levando Jesus aos que não conhecem, pena que não seguem as pisadas daquele que está escrito em seu corpo. Querem andar com nomes, imagens tatuadas alegando estratégia, mas não imitam seus supostos exemplos. 

Certa vez o apóstolo Paulo escreveu: Sedes, pois meus imitadores, como eu sou de Cristo. Se a intenção é ser “diferente, e chamar a tenção”, quando buscamos uma vida de santificação alcançaremos este objetivo sem fazer uma marca se quer em nosso corpo. A tradução para Santo, ou santificados é separado, ou seja, somos diferentes aos olhos do mundo. Para sermos estrategista não precisamos ser iguais ao mundo, eles olham para nós de uma forma diferente, então onde esta nossa diferença?

Ainda para esclarecer mais um pouco sobre se devo ou não fazer tal marca, eu te desafio a perguntar a você mesmo. Que edificação esta marca fará em sua vida? O grande problema é a propaganda que se faz através da mídia, arrastando milhares de jovens apenas por se tratar de moda. Alem da tatuagem em si, vemos outras modas como piercing gigantes, cortes na língua em forma de línguas de serpentes, implantes de silicones na testa em forma de chifres. Vejam só, chamam isto de moda. Perdoe-me ser um pouco radical nestes exemplos, eu diria que é uma manifestação diabólica. As escrituras nos aconselha sermos “santos” em todos os nossos procedimentos, ou seja, no nosso corpo, alma e espírito. A maior marca temos escrita em nossos corações. Jeremias 31:33 há um louvor muito conhecido em nosso meio que diz mais ou menos assim: Eu tenho a marca de Cristo em Mim, em meu coração está escrito seu nome, seguir os seus passos é desejo meu.♫

I Corintios 6:12 " Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas me convêm; todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.

I Corintios 6:19-20. Ou não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.
I Pedro 1:15 "Sede Santos em toda vossa maneira de viver."

Querido Jovem, não faça nada que você venha a arrepender-se, conheço diversas pessoas que após ter tatuado seus corpos se arrependeram. Para retirar tal “marca” requer varias aplicações de laser e sabemos que cada seção não é nada barato e ainda assim não retira 100% da marca. No final, além da cicatriz fica uma impressão que houve uma tatuagem antigamente. Diz certa estatística que entre as pessoas que se tatuam, algumas se arrependem, ou pelo símbolo que escolheu, ou por outros motivos diverso.

Josiel Dias
Congregacional
Rio de Janeiro

Minha Fonte: MENSAGEM EDI

Nenhum comentário:

Postar um comentário