OBRIGADA POR SEGUIREM O MEU BLOG

domingo, junho 05, 2011

A HOMOSSEXUALIDADE E A BÍBLIA





Não vou tentar com esse post provar por A mais B que a bíblia não condena a homossexualidade. Assim como acho equivocada a postura que algumas igrejas inclusivas tem em tentar destroçar versículo por versículo que fala sobre o assunto e com isso provar que eles não estão falando do que estão falando.



A questão que eu acredito que deve ser levada em consideração é o uso LITERAL da bíblia apenas no caso específico da homossexualidade.
Um exemplo que podemos comparar é o papel da mulher dentro da igreja. Segundo a leitura literal da bíblia a mulher não poderia nunca ter o papel que hoje tem dentro de quase todas as igrejas evangélicas e até católicas. Bispas, Pastoras, Missionárias, Cantoras, nenhuma delas poderiam se quer abrir a boca dentro das igrejas em púlpitos ou eventos religiosos.


"Como em todas as igrejas dos santos, conservem-se as mulheres caladas nas igrejas, porque não lhes é permitido falar; mas estejam submissas como também a lei o determina. Se, porém, querem aprender alguma cousa, interroguem, em casa, a seu próprio marido; porque para a mulher é vergonhoso falar na igreja" (1 Coríntios 14:33-35)

"A mulher aprenda em silêncio, com toda a submissão. E não permito que a mulher ensine, nem exerça autoridade de homem; esteja, porém, em silêncio" (1 Timóteo 2:11-12).


A bíblia foi escrita em épocas diferentes, em contextos diferentes e em culturas diferentes em um mundo que tinha uma visão limitada inclusive de seu espaço, acreditava-se que a terra era plana e não existia uma noção global de mundo uma vez que a Austrália e as Américas não tinham sido descobertas ainda. Não podemos comparar todo conhecimento científico que temos hoje com o de cada período que a bíblia foi sendo escrita e nem todos os avanços tecnológicos e novas questões éticas que surgiram e surgirão e que "a bíblia" nem imaginava que pudesse um dia existir, como clonagem, genética, robótica, internet, televisão, etc...

Assim como as mudanças culturais são notadas do antigo pro novo testamento (se não me engano um período de 400 anos entre eles) derrubando a lei do antigo no novo testamento. O que dirá um período de 2010 anos até hoje? Se fosse escrito um 3° testamento quantas coisas não seriam derrubadas também?


A bíblia pode ter sido inspirada por Deus, mas ainda assim foi um livro escrito por homens, baseado e influenciado pela cultura e pelo conhecimento que tais autores possuíam na época que escreveram. Portanto o uso literal de seus textos é um erro e se não é usado por exemplo a leitura literal da bíblia para a mulher ou para todas as leis absurdas do antigo testamento, porque é feita para a homossexualidade?


Peço que assistam o documentário abaixo onde fica bem claro essa questão e onde vocês poderão entender melhor o tema, na segunda parte é abordada a questão dos tratamentos de reversão e suas consequências, vale a pena assistir.





2 comentários:

  1. PAZ MINHA QUERIDA....vim agradecer o carinho pelos comentários da mensagem Nossas Lágrimas, ore por mim para que Deus use a minha vida, pois sei que fui chamada para falar desse AMOR INCONDICIONAL de Deus para com todos, sei que toda Honra e Glória são para ELE, que um dia pela sua misericórdia me escolheu....que Deus abençoe tua vida, eu profetizo vitórias sobre tu e tua casa...teus blogs também são benção para mim..fica com Deus e sempre que desejar me faça uma visita...bjusss

    ResponderExcluir
  2. Não há nada de errado com a homossexualidade. A homossexualidade é perfeitamente respeitável. A forma como ela vem sendo retratada, por várias tradições religiosas, como pecaminosa e prejudicial, origina-se da ignorância. Não há nada de errado em se sentir atraído por pessoas do mesmo sexo. Na verdade, a preferência pelo mesmo sexo ou pelo sexo oposto não é tão fixa e rigidamente dividida, como muitas pessoas pensam. Uma pessoa pode ser heterossexual e ser atraída por pessoas do seu próprio sexo. Existe uma escala móvel entre heterossexualidade e homossexualidade, e não uma fronteira fixa. A sexualidade está na alma, e não no corpo. Não é o corpo que direciona a sexualidade da pessoa.
    O ser humano é bissexual por natureza. Há muitas teorias espiritualistas que afirmam isso, inclusive alguns estudiosos da psicologia também afirmam que o ser humano possui os dois sexos dentro de si, ou seja, que ele é andrógino. Porém, o grau de masculinidade e de feminilidade no ser humano varia. Um homem, por exemplo, pode ter dentro de si (em sua alma) uma porcentagem feminina bem maior do que a masculina. Nesse caso, a tendência de ele vir a se interessar por homens tem uma probabilidade bem maior. Mesmo um homem que tenha uma porcentagem feminina pequena dentro de si pode vir a ser homossexual. Basta que surjam circunstâncias, oportunidades, experiências, educação, etc. É por isso que se veem homens másculos, mas homossexuais, ou seja, porque dentro de todo ser humano existem as duas sexualidades, e cada uma delas pode se sobressair por algum motivo.
    Até mesmo no reino animal existe homossexualidade. Quem nunca viu um cão transando com outro cão? Eu já vi até pato com pato. Alguém chamaria dois animais do mesmo sexo transando de imorais? Será que eles têm consciência da moral e dos bons costumes? Não. Faz parte da natureza. E quem criou essa natureza foi Deus. Ou alguém acha que os animais são conscientes dos seus atos?
    A homossexualidade existe porque faz parte da natureza. Deus não criou apenas seres heterossexuais, criou também homossexuais, bissexuais, assexuados, hermafroditas, etc. Tudo é natural, e nada está errado.
    As pessoas precisam ser respeitadas pelo que são, e não pelo que fazem da sua vida sexual. Há homossexuais que são pessoas maravilhosas, verdadeiros seres humanos, pessoas valiosas, que ajudam muitas pessoas com seu trabalho e solidariedade. Há heterossexuais que são assassinos, ladrões, estupradores, traficantes... e que se autodenominam "homens", “heteros”. O que é mais importante? Está aí uma prova de que preferência sexual não tem nada a ver com moral.
    É uma bobagem e perda de tempo combater a homossexualidade, porque é uma realidade da natureza que sempre existiu e que sempre existirá. Quem não tem um homossexual na família? Quem não tem, logo terá. E essa pessoa merece o desprezo, a rejeição, a crítica, a condenação?
    Os grandes mestres da humanidade, sabiamente, não se pronunciaram sobre a homossexualidade. Eles sabiam que Deus não está preocupado se a pessoa é homo, hetero ou bi. Assim como Ele não está preocupado se a pessoa é feia ou bonita, rica ou pobre, casada ou solteira, tem curso superior ou não, etc. O que interessa para Deus é o aprimoramento moral. É tornar-se bondoso, tolerante, paciente, calmo, alegre, solidário, honesto, justo, etc.
    Do ponto de vista espiritual, o que importa nos relacionamentos sexuais é como um se conecta com o outro de alma para alma. Sempre que existe uma conexão profunda, marcada por uma parceria verdadeira e respeito mútuo, o fato de o relacionamento ser entre homem-mulher, homem-homem ou mulher-mulher realmente não importa.

    ResponderExcluir