OBRIGADA POR SEGUIREM O MEU BLOG

segunda-feira, novembro 18, 2013

A MULHER VIRTUOSA











ADMEP – ASSEMBLEIA DE DEUS – MINISTÉRIO ESTUDANDO A PALAVRA

EBD - Escola Bíblica Dominical

Departamento de Educação Cristã


Lição 8

A MULHER VIRTUOSA


24 de Novembro de 2013


TEXTO ÁUREO

“Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor muito excede o de rubis”.
Pv. 31. 10.


VERDADE PRÁTICA

O comportamento e a sabedoria de uma mulher são os únicos critérios capazes de a definirem como virtuosa.


LEITURA BÍBLICA EM CLASSE:

Provérbios 31. 10 – 21, 23 – 29


Objetivos

Conhecer a mulher virtuosa como Esposa e Mãe.
Compreender a Mulher Virtuosa como Trabalhadora e Empreendedora.
Aprender com o testemunho da Mulher Virtuosa como Serva de Deus.


Introdução:Encontramos muitas mulheres extraordinárias e piedosas ao longo da bíblia, mas a Mulher Virtuosa descrita aqui é digna de louvor, sendo até hoje um grande exemplo para nós, que deve ser seguido. Essa mulher rara é um modelo de virtudes valiosas, para ajudar todas as mulheres a determinarem suas prioridades no gerenciamento do tempo, recursos e dos dons que Deus lhes deu. Vamos falar das qualidades que esta mulher nos oferece como lição de esposa, mãe, empreendedora e Serva de Deus.


I.              VIRTUOSA   - Pv. 31. 10

              Moral (caráter) Tito 2.3-7

              Espiritual (vida de oração) Efésios. 5.18

              Social (relacionamento pessoal) Efésios 5.19-21


 

II.           A MULHER VIRTUOSA COMO ESPOSA


2.1.      A Mulher Virtuosa, se Casada, Centra-se em seu Marido. Ela encontra grande satisfação em ser uma ajudadora para o seu marido (Gn. 2:18). Ela não vê isto como um mandamento humilhante, porque sabe que Deus usa a mesma palavra hebraica (ëzer) para descrever a Si mesmo como o ajudador do Seu povo (Sl. 54:4). Ser uma ajudadora é ser como Deus — que nobre chamado!

O papel de ajudadora da mulher virtuosa pode ser resumido em duas palavras: conselho e progresso. Estando preocupada com Deus e Sua Palavra, “o coração do seu marido confia nela” (v. 11). Ele a consulta e busca seus piedosos conselhos antes de tomar decisões que dizem respeito a ambos. E, ela não compete com seu marido nem o crítica na frente de outros, mas busca seu progresso. “Ela lhe faz bem e não mal, todos os dias da sua vida” (v. 12). Como resultado, “seu marido é estimado entre os juízes, quando se assenta com os anciãos da terra” (v. 23).


III.        A MULHER VIRTUOSA COMO MÃE




3.1.      A Mulher Virtuosa, se for Mãe, Centra-se em seus Filhos. “Levantam-se seus filhos e lhe chamam ditosa” (v. 28). Por que? Porque sua mãe devotou-se a eles todos os dias de suas vidas. Por quatro vezes lemos da preocupação desta mulher com sua “casa” (v. 15, 21,27).

Se pudéssemos enxergar dentro de sua mente, veríamos esta frase rondando circularmente: “Minha casa, minha casa, minha casa, etc.”. Ela não encara os filhos como um acessório necessário, nem como um problema que pode ser repassado. O coração dela está tomado pelos filhos. Ela os ama e cuida de seus corpos, de suas mentes, e de suas almas.


IV.      A MULHER VIRTUOSA COMO TRABALHADORA


 


4.1.      A Mulher Virtuosa como Trabalhadora. O texto fala muito sobre trabalho. Não foi a revolução feminina da década de 70 que deu o direito da mulher trabalhar dentro e fora de casa, a mulher de provérbios 31 já trabalhava e muito! Deus concedeu essa liberdade! Ela gosta de trabalhar "Busca lã e linho e de bom grado trabalha com as mãos." (Provérbios 31:13). Tudo o que ela faz é com dedicação " Cinge os lombos de força e fortalece os braços." (Provérbios 31:17). Não é preguiçosa "Atende ao bom andamento da sua casa e não come o pão da preguiça." (Provérbios 31:27). Ela garante a provisão de sua casa. A mulher virtuosa não deixa faltar nada pro seu marido "O coração do seu marido confia nela, e não haverá falta de ganho." (Provérbios 31:11)


4.2.    A Mulher Virtuosa ela Centra-se em sua Casa. Ela administra e conduz este complexo e diversificado empreendimento com habilidade, precisão, e eficiência idêntica à dos que compõem as mesas de decisão de muitas grandes corporações. Há um departamento de vestuário (v. 13, 19, 21, 24), departamento alimentício (v. 14, 16), departamento de decoração (v. 22), e departamento financeiro (v. 16, 18). Dependendo das circunstâncias, pode haver também um departamento educacional. Tudo isto demanda uma variedade de talentos e de ações dia-a-dia. Para alguém que trabalha fora, tal agenda implicaria numa média de 14 horas de serviço por dia.


4.3.    A Mulher Virtuosa Zela pelo Bom Andamento de sua Casa.    " É ainda noite, e já se levanta, e dá mantimento à sua casa e a tarefa às suas servas." (Provérbios 31:15) Acorda cedo, acompanha o marido antes do trabalho, e os filhos antes da escola. Aquelas que tem pessoas que ajudam nos afazeres domésticos, acompanha o andamento, para que saia tudo do jeito certinho, tem compromisso com o andamento dessas atividades. Não apenas na limpeza, mas organização dos armários e gavetas, roupas limpas e passadas, organizadas no guarda-roupa, etc.


4.4.   Como se não Bastasse, há Também um Departamento de Caridade. A mulher virtuosa preocupa-se com os pobres. “Abre a mão ao aflito; e ainda a estende ao necessitado” (v. 20).


V.         A MULHER VIRTUOSA COMO SERVA DE DEUS


 


5.1.      Antes de Qualquer Coisa, a Mulher Virtuosa Centra-se em Deus. Ela não liga para o que as pessoas pensam de suas roupas ou de seu visual. Por que? Porque é ao Senhor que ela teme. “Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada” (v. 30). Esse é o ponto culminante da descrição da mulher virtuosa e aponta a origem primária de todas as suas virtudes. No centro da vida desta mulher está seu relacionamento com Deus, e ela teme tudo que possa vir a ameaçar essa relação. Ela é conhecida como uma mulher que desfruta do favor de Deus e teme, mais do que qualquer outra coisa no mundo, vê-lo aborrecido.


5.2.    Em Segundo Lugar, a Mulher Virtuosa Preocupa-se com a Palavra. Como Provérbios nos lembra repetidas vezes: “O temor do Senhor é o princípio da sabedoria”. Não é de surpreender, então, que quando essa mulher temente a Deus fala, “abre sua boca com sabedoria e a instrução da bondade está na sua língua” (v. 26). Sua conversa reflete seu interesse principal: a sabedoria revelada de Deus e Sua benevolente lei. A mulher que centra-se em Deus, centra-se na Palavra de Deus. Ela não fica tentando passar a vista em alguns versículos aqui e ali enquanto grita com as crianças e atende ao telefone. Ela levanta alguns minutos mais cedo do que o necessário, com o objetivo de começar o dia com um período calmo e pacífico de leitura da Palavra de Deus. Como isto transforma o dia! Ela agora tem sabedoria e palavras amáveis de Deus para dizer aos outros.


CONCLUSÃO: - Sejamos praticadoras dessas virtudes, para o engrandecimento do Reino de Deus e edificação da nossa casa.

        


                           E-mail:   pastora.mariavaldap@mail.com
                                  E-mail da Igreja: igreja.admep@gmail.com


                                              Professora, MARIA VALDA.


                                               Siga: http://mariavaldapnascimento.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário