OBRIGADA POR SEGUIREM O MEU BLOG

sábado, setembro 13, 2014

VOCÊ REALMENTE SABE QUEM FOI FRIDA VINGREN?


VOCÊ REALMENTE SABE QUEM FOI FRIDA VINGREN?

 

Isael de Araujo compartilhou uma foto.


Frida Vingren nasceu na Suécia em 1891 e faleceu na Suécia em 1940. Chegou ao Brasil em 1917, jovem, com os seus 26 anos, formada em Enfermagem. No mesmo ano em que chegou ao Pará, ela casou com Gunnar Vingren, fundador das Assembleias de Deus. Então, alguns sabem quem foi Frida Vingren porque ela foi esposa de Gunnar Vingren. Mas ela foi mais do que esposa, dona de casa, mãe de seis filhos.


Alguns sabem quem foi Frida Vingren pelos seus belos hinos que constam da Harpa Cristã. Hinos como "Já achei uma flor gloriosa" (196), "Quem sua mão no arado já pôs" (394), "Se pelos vales eu peregrino vou andar" (515), “Bem-aventurado” (126). Mas ela foi compositora e tradutora de 35 hinos, alguns nem entraram na Harpa Cristã. Ela também foi poetisa, ela escreveu 9 poesias que estão publicadas. Ela também foi musicista (tocava órgão e violão).



Alguns sabem quem foi Frida Vingren por ela ter sido redatora dos primeiros jornais da Assembleia de Deus (Boa Semente e O Som Alegre) e do jornal Mensageiro da Paz.


Mas ela realizou muito mais na área da literatura. Ela escreveu 20 reportagens, escreveu 48 artigos teológicos e doutrinários para a igreja AD nos seus primeiros anos - um dos seus maiores sonhos era ser escritora e ter livros publicados, mas não conseguiu.






Alguns sabem quem foi Frida Vingren por ela ter sido pregadora e evangelista. Mas ela foi também ensinadora da Palavra de Deus (foi ordenada bibelkvina – ensinadora de Bíblia – na Suécia) e comentarista da revista Lições Bíblicas para a Escola Dominical.
Ela também dirigiu a Assembleia de Deus de Belém do Pará e de São Cristóvão.

Alguns sabem quem foi Frida Vingren pelos assuntos polêmicos em torno do seu ministério na igreja ao lado do seu esposo missionário Gunnar Vingren.





Mas acima de tudo, Frida foi uma trabalhadora incansável na obra de Deus, apesar das graves enfermidades que ela sofreu com doenças tropicais. Uma vez ela contraiu malária e ficou doente durante 100 dias. Além das enfermidades de seu esposo Gunnar Vingren e de seus filhos. A filha caçula, Gunnvor, morreu pouco tempo antes de ela ir embora para a Suécia e ficou sepultada no Brasil.

Ela foi uma trabalhadora incansável na obra de Deus, apesar da oposição ao seu ministério mesmo entre os seus colegas de missão. Ela trabalhou no Brasil durante 16 anos.






Como foi esse relacionamento com os demais missionários e com os pastores brasileiros. Os detalhes estão em sua biografia.





O que aconteceu com ela depois que seu esposo morreu? O que ela fez? Qual era o seu projeto? Como foram os seus últimos anos na Suécia? Será mesmo que ela morreu como louca e indigente como se diz no Brasil? Tudo isso é respondido na biografia.




Sem dúvida, Frida foi uma mulher à frente do seu tempo. Ela é uma referência, uma mulher-símbolo, um exemplo para todas mulheres cristãs.






Vale a pena conhecer a vida e ministério da pioneira assembleiana. Você pode adquirir seu exemplar pela livraria virtual
(adquira pelo link http://bit.ly/1k4odka) nas lojas da CPAD, nas distribuidoras CPAD ou pelo 0800-021-7373.


(OBS: Esta é uma das várias fotos inéditas que você encontra na biografia.)



Foto: VOCÊ REALMENTE SABE QUEM FOI FRIDA VINGREN?

Frida Vingren nasceu na Suécia em 1891 e faleceu na Suécia em 1940. Chegou ao Brasil em 1917, jovem, com os seus 26 anos, formada em Enfermagem. No mesmo ano em que chegou ao Pará, ela casou com Gunnar Vingren, fundador das Assembleias de Deus. Então, alguns sabem quem foi Frida Vingren porque ela foi esposa de Gunnar Vingren. Mas ela foi mais do que esposa, dona de casa, mãe de seis filhos.
Alguns sabem quem foi Frida Vingren pelos seus belos hinos  que constam da Harpa Cristã. Hinos como "Já achei uma flor gloriosa" (196), "Quem sua mão no arado já pôs" (394), "Se pelos vales eu peregrino vou andar" (515), “Bem-aventurado” (126). Mas ela foi compositora e tradutora de 35 hinos, alguns nem entraram na Harpa Cristã. Ela também foi poetisa, ela escreveu 9 poesias que estão publicadas. Ela também foi musicista (tocava órgão e violão).
Alguns sabem quem foi Frida Vingren por ela ter sido redatora dos primeiros jornais da Assembleia de Deus (Boa Semente e O Som Alegre) e do jornal Mensageiro da Paz.
Mas ela realizou muito mais na área da literatura. Ela escreveu 20 reportagens, escreveu 48 artigos teológicos e doutrinários para a igreja AD nos seus primeiros anos - um dos seus maiores sonhos era ser escritora e ter livros publicados,mas não conseguiu.
Alguns sabem quem foi Frida Vingren por ela ter sido pregadora e evangelista. Mas ela foi também ensinadora da Palavra de Deus (foi ordenada bibelkvina – ensinadora de Bíblia – na Suécia) e comentarista da revista Lições Bíblicas para a Escola Dominical.
Ela também dirigiu a Assembleia de Deus de Belém do Pará e de São Cristóvão.
Alguns sabem quem foi Frida Vingren pelos assuntos polêmicos em torno do seu ministério na igreja ao lado do seu esposo missionário Gunnar Vingren.
Mas acima de tudo, Frida foi uma trabalhadora incansável na obra de Deus, apesar das graves enfermidades que ela sofreu com doenças tropicais. Uma vez ela contraiu malária e ficou doente durante 100 dias. Além das enfermidades de seu esposo Gunnar Vingren e de seus filhos. A filha caçula, Gunnvor, morreu pouco tempo antes de ela ir embora para a Suécia e ficou sepultada no Brasil.
Ela foi uma trabalhadora incansável na obra de Deus, apesar da oposição ao seu ministério mesmo entre os seus colegas de missão. Ela trabalhou no Brasil durante 16 anos.
Como foi esse relacionamento com os demais missionários e com os pastores brasileiros. Os detalhes estão em sua biografia.
O que aconteceu com ela depois que seu esposo morreu? O que ela fez? Qual era o seu projeto? Como foram os seus últimos anos na Suécia? Será mesmo que ela morreu como louca e indigente como se diz no Brasil? Tudo isso é respondido na biografia.
Sem dúvida, Frida foi uma mulher à frente do seu tempo. Ela é uma referência, uma mulher-símbolo, um exemplo para todas mulheres cristãs.
Vale a pena conhecer a vida e ministério da pioneira assembleiana. Você pode adquirir seu exemplar pela livraria virtual  (adquira pelo link http://bit.ly/1k4odka) nas lojas da CPAD, nas distribuidoras CPAD ou pelo 0800-021-7373.
(OBS: Esta é uma das várias fotos inéditas que você encontra na biografia.)


Fonte: - Isael de Araujo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário