OBRIGADA POR SEGUIREM O MEU BLOG

quarta-feira, fevereiro 11, 2015

AS QUATRO ESTAÇÕES DA VIDA


Assembleia de Deus
Ministério Estudando a Palavra


Departamento de Educação Cristã



TEMA

AS ESTAÇÕES DA VIDA



Texto Bíblico Básico
 Eclesiastes 11. 1 - 8


Texto Áureo

“Porque há esperança para a árvore, que, se for cortada, ainda se renovará e não cessarão os seus renovos”.
Jó 14:7


 


I.  INTRODUÇÃO: -  Na lição de hoje estudaremos sobre as concepções estabelecidas pelo homem mais sábio da bíblia chamado Salomão. Este homem após ser dotado da sabedoria divina, e sob grande inspiração, inicia diversos pensamentos filosóficos para tentar entender o sentido da vida. Após algum tempo tentando de diversas maneiras encontrar o sentido da vida, Salomão compreende que sem Deus nada somos e nada tem sentido, e somente confiando nele que podemos sobreviver aos momentos de crise.


I.          O DIA EM QUE NADA FAZ SENTIDO


Há dias em nossa vida que nada parece fazer sentido, nos decepcionamos com situações e pessoas, vivemos circunstâncias inesperadas, temos perdas e dores, e não encontramos respostas para nossas perguntas. Mas o que devemos fazer quando estas coisas acontecem conosco? O sábio Salomão responde: A existência humana será transformada quando houver um motivo maior, uma razão primeira, pois sem o eterno nada faz sentido.

1.1.  Os Descaminhos

Salomão não media esforços para conseguir tudo que ele queria, como o rei mais rico de Israel ele tinha facilidade de conseguir mulheres e bens materiais, mas a angústia no seu coração cresce a medida que seu prazer nas coisas passageiras decai. Alguns descaminhos que Salomão percorre:

1.      O prazer – Salomão percebe que o prazer é algo rápido, temporal e passageiro. (Ec 2:1)

2.          O torpor – Salomão percebe que na embriaguez e no estado alterado da lucidez não se pode encontrar o sentido da vida. (Ec 2:3)

3.      A realização – Salomão compreende que não é nos grandes feitos, reconhecimentos e honras que se encontra o sentido da vida. (Ec 2:4-7)

4.           A riqueza – Salomão entendeu que a riqueza não trás segurança. (Ec 2:8)

5.        Os múltiplos relacionamentos – Salomão finalmente entende que o sentido da vida não é amar muitas mulheres. (1 Rs 11:2-4)



 


1.2.  Vaidade de Vaidades


Salomão conclui que apenas correr atrás de todas as coisas temporais é uma simples perda de tempo, ou uma simples “vaidade” (Ec 1:2). No dicionário a palavra vaidade significa algo vão, inútil e sem duração.  Salomão de certa maneira critica as pessoas que vivem exclusivamente em busca de algo passageiro como sabedoria, trabalho, e riquezas. Compreendemos que devemos buscar muitas coisas nesta terra, mas sempre em primeiro lugar devemos buscar o reino de Deus (Mt 6:33).

1.       A morte – O fim de todos é igual, ricos e pobres, sábios e néscios. (Ec 2:14-17) e Homens e animais tem o mesmo destino. (Ec 3:19,20)

2.   A herança – A herança de um trabalhador pode ser deixada para irresponsáveis. (Ec 2:18-19)

3.    O homem que trabalha para viver e vive apenas para trabalhar. (Ec 3:9,10;6,7)

4.           Muitas vezes a maldade sobrepuja a justiça. (Ec 3:16)

5.           Opressores oprimem os mais pobres e fracos. (Ec 4:1)

6.           A riqueza não sacia plenamente o coração. (Ec 5:10)

7.           Não há garantia nas riquezas, nada levamos para o céu. (Ec 5:13-15)





II.          DEUS, A RAZÃO MAIOR


Deus é a razão de nosso viver, no livro “Uma vida com propósitos”, Rick Warren nos ensina que nossas vidas foram criadas com o objetivo de glorificar nosso criador, Deus é o foco e nós existimos para realizar os propósitos dele.

“Nada há melhor para o homem do que comer, e fazer que a sua alma goze bem do seu trabalho. No entanto, vi também que isto vem da mão de Deus, pois, separado deste, quem pode comer ou quem pode alegrar-se” (Ec 2:24,25).






2.1.   As Percepções de Salomão a Partir do Referencial Divino


1.          As dores, questionamentos e angústias encontram respostas em Deus.

2.     Apenas o criador pode fazer a aliança entre duas pessoas não se romper com facilidade.

3.     O casamento ganha sentido ao compreender o amor de Deus e escolher viver parte desse amor, fidelidade e unidade em um relacionamento. Salomão após ter 300 esposas e 700 concubinas percebe que não cumpriu o objetivo de sua vida. (1 Rs 11:2-4)

4.           Quando em momentos de crise, depositar nossa esperança no Senhor é o melhor caminho. (Ec 11:1-8).



 



III.          QUANDO A CRISE FINANCEIRA BATER À PORTA


Não há como fugir de uma crise financeira, todo o mundo está fadado a isto, pois o mundo está sob domínio do maligno, e ele é o príncipe deste mundo atualmente. Hoje vemos até milionários declararem falência (Eike Batista tinha 30 bilhões em 2011).

"Eu, sozinho, não posso administrar tantas empresas. Poderia ser dono de um hospital, mas sem 50 cirurgiões das suas respectivas áreas você não é nada. Não tenho conhecimento específico para isto. Ninguém pediria ao dono de um hospital para operar o seu rim" (Eike Batista).

Qual é o custo da riqueza? Vale a pena enriquecer através de mentiras, enganos, trapaças e roubos? O ex bilionário corre o risco de ficar 15 anos na prisão, e teve todos os seus bens confiscados pela polícia federal.

Uma crise financeira pode desestabilizar estruturas familiares, acabar com casamentos felizes, criar inimizade entre parentes e desestabilizar a sociedade que não tem os pés firmados na rocha. Nossa rocha é Cristo Jesus, e nada pode abalar o crente que vive com a fé e a confiança de Jó.


3.1.  Definição de Crise


O vocábulo deriva-se de uma palavra grega que significa em seu sentido original “separar, distinguir, decidir e julgar”. Para os economistas é uma fase de transição entre prosperidade e depressão. Para o crente é um momento de tribulação, um tempo de provação, apenas mais um deserto a vencer. Toda crise pode ser superada com coragem, fé e ação.


3.2.  Investimentos Diversificados
                   
Investir com prudência é um conceito básico no mercado financeiro globalizado, devemos não somente preservar nosso capital, mas reduzir gastos, diminuir o risco de perdas e prejuízos, fazer poupança para os dias ruins como fez José no Egito.


3.3.  A Fé e as Incertezas

“Existem dois tipos de riscos: aqueles que não podemos nos dar ao luxo de correr, e aqueles que não podemos nos dar ao luxo de não correr” (Ferdinand Drucker).

Prever a incerteza é o maior talento que os líderes precisam desenvolver, voltando ao caso Eike Batista, no seu excesso de confiança e poder nunca imaginou que poderia chegar a falência. Independente do seu ramo profissional, não devemos abusar do cartão de crédito, não devemos iniciar financiamentos apenas com fé, devemos ter prudência, sabedoria e direcionamento divino nos nossos projetos.

Não podemos ser extremamente cautelosos aguardando que todas as coisas caiam do céu, nem sempre as circunstâncias são favoráveis, sempre haverá riscos, e a incerteza sempre baterá ao nosso coração. Devemos correr atrás dos nossos sonhos, não desistir, mas sempre seguindo a direção de Deus através de muita oração e paciência.

A gestão da qualidade total consiste numa estratégia de administração orientada a criar consciência da qualidade em todos os processos organizacionais.

Através de planejamento, organização, controle e a liderança eficaz, devemos procurar maneiras de fazer melhor em menos tempo, com menores custos, convertendo problemas em oportunidades através de determinação e foco nos resultados esperados.

Onde você quer chegar?

“Para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve”.
“Quem não sabe o que procura, quando encontra não o reconhece”.


3.4.   Trabalho Constante

A sabedoria do investimento continuado foi descrita por Salomão “pela manhã, semeia a tua semente e, à tarde, não retires a tua mão do arado” (Ec 11:6). Uma grande vitória é conquistada através de pequenos plantios diários, as vezes demora-se anos para uma grande colheita, mas não devemos deixar de plantar apenas porque não estamos vendo nossas sementes darem frutos.


Conclusão: - Precisamos aprender a lidar com todo tipo de situação e crise, até porque vivemos nos últimos dias da igreja na terra, e o número de crises tende apenas a aumentar. Compreender que há estações em nossas vidas, e toda vida tem um ciclo (nascer, crescer, reproduzir e morrer). Ainda que você escolha não ter filhos, precisa reproduzir seu conhecimento, e precisa contribuir para o crescimento do reino de Deus na terra.

Aprendemos em Eclesiastes 3:1-8 que há tempo para todas as coisas nesta vida, o verbo haver no sentido de existir nos ensina que temos sim tempo para tudo nessa vida, tempo para estudar, tempo para casar, tempo para trabalhar, etc. dizer que não temos tempo é a maior mentira de um ser humano, porque Deus nos criou com tempo para todas as coisas.

Compreendemos que o sentido da vida é viver com Deus e fazer todas as coisas para Deus “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor e não aos homens” (Colossenses 3.23).




Glossário:

Para enriquecer nosso conhecimento, destaco o significado de algumas palavras de nossa revista.

ü   Vaidade - Qualidade do que é vão, inútil, sem solidez nem duração.
ü   Volição – vontade
ü   Mote – propósito
ü   Vaticina – predizer
ü   Ulterior – Que vem depois
ü   Sobrepuja - supera
ü   Néscio – ignorante, inculto
ü   Fadado – destinado
ü   Vicissitude – mudança.

                                                       


                                                        
         
Prof.: Pedro Lage Rezende



Pastora, Maria Valda
ADMEP

Um comentário:

  1. Parabéns ao professor que fez um comentário excelente, claro. Me ajudou bastante. Que Deus o abençõe!

    ResponderExcluir