OBRIGADA POR SEGUIREM O MEU BLOG

sábado, agosto 01, 2015

NÃO SOFRERÃO A SÃ DOUTRINA



NÃO SOFRERÃO A SÃ DOUTRINA





NÃO SOFRERÃO A SÃ DOUTRINA

(II Timóteo 4. 3, 4)


No decurso da história da igreja sempre houve aqueles que não amam a sã doutrina. À medida que o fim se aproxima, a situação nesse sentido tornar-se-á pior (cf. 3. 1 – 5; I Tm 4. 1).


1)   Não sofrerão a são doutrina” (v. 3).  Muitos professarão ser cristãos, frequentarão as igrejas e mostrarão que servem a Deus, mas não aceitarão a fé apostólica original do NT. Nem as exigências bíblicas ordenando que o crente separe-se da injustiça (3. 5; cf. Rm 1. 16; ver o estudo A SEPARAÇÃO ESPIRITUAL DO CRENTE, p. 1779).


2)    Desviarão os ouvidos da verdade” (v. 4). A autêntica pregação bíblica de um homem de Deus não mais será aceita por muitas igrejas. Os desviados da verdade desejarão sermões que apresentem um evangelho menos exigente (cf. 2. 18; 3. 7, 8; I Tm 6. 5; Tt 1. 14). Já não aceitarão trechos da Palavra de Deus que tratam de arrependimento, pecado, perdição, necessidade da santidade e de separação do mundo (cf. 3. 15 – 17; Jr 5. 31; Ez 33. 32).


3) Amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências” (v. 3). Esses falsos crentes não quererão pastores segundo os padrões da Palavra de Deus (cf. 1. 13, 14; I Tm 3. 1 – 10), mas buscarão os que toleram seus desejos egoístas e mundanos. Escolherão pregadores com dons de oratórias, com habilidade de divertir o povo e com uma mensagem que lhes assegure que é possível ser crente e continuar vivendo segundo a carne (cf. Rm 8. 4 – 13; II Pe 2).


4) O Espírito Santo adverte todos que permanecem fiéis a Deus e se submete à sua Palavra, que lhes aguardam perseguição e sofrimento, por amor à justiça (3. 10 – 12; Mt 5. 10 – 12). Além disso, devem separar-se das pessoas, das igrejas e das instituições que negam o poder de Deus para a salvação, e que pregam um evangelho modificado (3. 5; ver Gl 1. 9 nota); I Tm 4. 1, 2; II Pe 2. 1; Jd 3; Ap 2. 24). Devemos sempre ser leais ao evangelho do NT e aos fiéis ministros de Deus que o proclamam. Assim, poderemos ter certeza de estreita comunhão com Cristo (Ap 3. 20 – 22) e de tempos de refrigério pela presença do Senhor (At 3. 19, 20);


Bíblia de Estudo Pentecostal. P. 1884.



                                                         Copilado por, Maria Valda

Nenhum comentário:

Postar um comentário