OBRIGADA POR SEGUIREM O MEU BLOG

quinta-feira, maio 23, 2013

NOVE DICAS PARA SER UM ÓTIMO MENTOR


NOVE DICAS PARA SER UM ÓTIMO MENTOR


Não é fácil ser um mentor. Por mais experiente que você seja, é uma tarefa delicada e muitas vezes determinante para a vida do seu aprendiz. Ao mesmo tempo, é uma missão de extrema importância tanto para o seu pupilo quanto para você.


 “Ao investir nos outros, o mentor também está investindo em si mesmo”, afirma Ryan Kahn, apresentador do programa 'Hired', da MTV, e autor de 'Hired! The Guide for the Recent Grad' ('Contratado! O Guia Para os Recém-Graduados', em tradução livre).

Veja a seguir 9 dicas de especialistas para ser um ótimo mentor.
Siga a FORBES Brasil no Twitter (@forbesbr) e no Facebook (Forbes Brasil).
Assine a revista impressa, em www.assineforbes.com.br


Sempre se Coloque no Lugar do Outro


Sempre se coloque no lugar do outro - 2 (© ThinkStock)


“Nós devemos aprender com os outros [fazer o papel de pupilo] e também ensinar [como mentor] por meio das nossas carreiras”, afirma Pamela Ryckman, autora de 'Stiletto Network: Inside the Women’s Power Circles That Are Changing the Face of Business' ('Rede Stiletto: Por Dentro dos Círculos de Poder das Mulheres que Mudam a Face dos Negócios', em tradução livre).


Seja Comprometido



Sempre se coloque no lugar do outro - 2 (© ThinkStock)


Ser um mentor é comprometimento. “Se você está oferecendo ajuda para alguém, deve manter o compromisso a qualquer hora que o outro precisar”, explica Kahn.


A Relação Mentor/Aprendiz Pode Acontecer em Qualquer Lugar, a Qualquer Hora.


Sempre se coloque no lugar do outro - 2 (© ThinkStock)


Como mentor, você é alguém que sabe algo que o seu aprendiz não sabe. “As empresas perceberam que, quando pessoas de diferentes origens com habilidades diferentes se reúnem para discutir e debater, avanços ocorrem”, afirma Pamela. “A capacidade de atrair o conhecimento de diversas esferas é valorizada.”

Saiba Ouvir


Sempre se coloque no lugar do outro - 2 (© ThinkStock)



Dois dos seus trabalhos como mentor é fornecer conselhos e encorajar, mas, para isso, você precisa tirar um tempo para ouvir e entender a situação.
“Qualquer mentor que valha a pena passa mais tempo ouvindo do que falando”, afirma Kahn.

Tenha Seus Próprios Mentores e Contatos



Sempre se coloque no lugar do outro - 2 (© ThinkStock)



Hoje, as pessoas mais bem-sucedidas constroem relacionamentos e retiram informações de uma grande variedade de especialistas em todas as indústrias. Segundo Pamela, o mentor que sempre recorre aos mesmos ciclos está fechado para novas oportunidades.


Tenha a Mente Aberta e Seja Compassivo



 Sempre se coloque no lugar do outro - 2 (© ThinkStock)


“Se você já discutiu com alguém, sabe que o outro não entenderá o seu lado até que você entenda o dele”, afirma David Parnell, consultor legal e técnico de carreiras. Para dar bons conselhos é preciso, antes de tudo, entender as necessidades do aprendiz.

Tenha Paciência



Sempre se coloque no lugar do outro - 2 (© ThinkStock)


Assim como criar filhos, ser um mentor pode ser gratificante, mas leva tempo e requer paciência.

“É vital que um mentor seja paciente, porque os ânimos podem esquentar e uma solução simples nem sempre vai funcionar”, afirma Parnell.

Seja um Modelo



Sempre se coloque no lugar do outro - 2 (© ThinkStock)



Como mentor, suas ações estão sendo avaliada, por isso, você deve estabelecer um nível mais alto do que cobra do seu aprendiz. “Seu objetivo não é só dar direcionamento e conselhos, mas ir além deles”, afirma Kahn.

Preocupe-se Com a Relação



Sempre se coloque no lugar do outro - 2 (© ThinkStock)



“Aprendizes geralmente são ansiosos e podem ser um pouco vulneráveis. Eles prestam muita atenção em tudo o que você faz”, afirma Parnell.



Sempre se coloque no lugar do outro - 2 (© ThinkStock)


“Por isso, se você não consegue expressar um desejo verdadeiro desde o começo, é melhor procurar outro pupilo, porque você pode acabar fazendo mais mal que bem ao seu aprendiz.”



Nenhum comentário:

Postar um comentário